Barra de vídeo

Loading...

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

LIVRO: "PENSAMENTOS QUE AJUDAM" É DESTAQUE NA REVISTA TRIBUNA DA MAGISTRATURA





















O livro "Pensamentos que Ajudam" do autor e palestrante José Carlos De Lucca foi destaque na coluna Estante Jurídica da revista "Tribuna da Magistratura" do mês de Julho. Confira a matéria abaixo:


PENSAMENTOS QUE AJUDAM
Autor: José Carlos de Lucca
Editora: Interlítera
Acabei de receber mais um livro do nosso caríssimo colega José Carlos de Lucca, livro que se
destina a todos nós, com inspirações de paz, saúde e felicidade para nossa vida, segundo entende
o nobre e querido autor.

O livro tem 247 páginas, contendo corretos ensinamentos para o nosso dia a dia, com vários
estudos mostrados, que citamos, por exemplo, “A paz não é inércia”, que “O lírio nasce no pântano”,
como ter a “Paz de Espírito”, “A força da gratidão”, “Desesperar, jamais”, “Progredir sempre”, “A sabedoria
do bem viver” e muito mais. São dezenas e dezenas de ensinamento, como dos brilhantes Sêneca,
Confúcio, Emmanuel, Herculano Pires, Papa Francisco, Lenine, e muitos outros de nosso tempo.

O autor, José Carlos de Lucca, um grande Juiz e grande colega, procura mostrar o que devemos seguir na nossa vida, sendo
justo, trabalhador, ligado ao próximo, realizador das grandes obras. Só seguindo tais ensinamentos seremos felizes e vencedores.
É livro que gostosamente lemos e relemos, terminando, com sua leitura, certos de que na vida precisamos ser amigos dos
outros, companheiros de toda hora, lembrando que tudo devemos estudar e até mesmo lembrar que a “A própria doença não é
castigo divino e que Deus não usa tais expedientes cruéis, afinal, isso não combina com Ele. Deus é amor, e, nesse contexto, a
doença é uma informação que nos chega para nossa melhora”. 

Quanta coisa bonita, quanta coisa certa, quantos conselhos que
nos permitem um melhor viver, quanto carinho mostrado. É a sabedoria do bem viver. É a demonstração de que somos apenas
passageiros nesta vida, “somos todos visitantes deste tempo, deste lugar. Estamos só de passagem. O nosso objetivo deve ser
observar, aprender, crescer, amar. E, depois, vamos para casa”, como diz um provérbio citado no livro.

Recomendo aos colegas inteligentes, aos tristes, aos doentes, a leitura desse livro, que só bem fará. Aliás, fará bem a
todos, independentemente de sua orientação religiosa.

Por: Antonio Raphael Silva Salvador - diretor cultural


Mais sobre José Carlos De Lucca:                                  Adquira o livro:

                            
                            


Nenhum comentário:

Postar um comentário